Cervejas Artesanais entenda um pouco sobre elas

Cervejas Artesanais

Cervejas Artesanais

Nos últimos anos vem crescendo o número de cervejarias artesanais, e também a aceitação do publico com este tipo de produto.

Um grande impulsionador deste crescimento são os quiosques específicos sobre cervejas artesanais distribuídos ema quase todos os shopping `s.

As cervejas artesanais dificilmente saem com sabores idênticos, as produções geralmente são de 20 a 40 litros de produção.

Entretanto, muitas marcas que começaram a se destacar como a Biritis, Colorado e Coruja, já foram compradas por empresas maiores que padronizaram sua fabricação e já não são tão caseiras assim.

Em 2013 ocorreu o evento Beer Experience, o evento reuniu centenas de empresas de cervejas artesanais, onde foi realizado um evento de apresentação e degustação, o evento ocorreu nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasilia. 

Beer Experience

Passo-a-passo detalhado do processo de fabricação de cervejas artesanais

  1. O cervejeiro combina vários tipos de grãos de malte de cevada, de acordo com a sua receita.
  2. O malte de cevada é rachado e aberto com a ajuda de um moedor, expondo amidos solúveis.
  3. O malte é levado a um recipiente e uma reacção enzimática provocada pela adição de água quente converte amidos solúveis em açúcares fermentáveis.
  4. As cascas dos grãos usados são separados do mosto através de um método simples de filtragem através da utilização de um fundo falso em um novo recipiente, onde a cerveja será despejada.
  5. O mosto é aquecido a uma temperatura de fervura específica, também respeitando a receita escolhida. Os lúpulos de amargos são adicionados no início da fervura, os de aroma são adicionados no final.
  6. Um redemoinho separa o mosto das proteínas sólidas presentes no líquido.
  7. O mosto deve ser rapidamente resfriado para a temperatura de fermentação adequada, através de um trocador de calor com o qual é colocado em contato.
  8. A levedura é colocada no tanque de fermentação para converter açúcares no mosto em álcool e dióxido de carbono (gás da cerveja).
  9. Recém fermentada, a cerveja é freqüentemente resfriada durante o processo de condicionamento.
  10. Algumas cervejas são filtradas para remover as proteínas sólidas.
  11. A cerveja filtrada é transferida para outro tanque, de onde partirá para o envasamento.
  12. Uma filtragem estéril opcional ou a pasteurização neutraliza qualquer levedura viva na cerveja antes do envase.
  13. As garrafas são preenchidas em uma linha de engarrafamento.
  14. A cerveja é enviado aos atacadistas, que distribuem para as lojas e a cerveja finalmente chega até a gente.

Um documentário contado tudo sobre Cervejas Artesanais

 

Veja Também:

Cervejaria Nacional e sua simples missão de fabricar cervejas

Cerveja João Gordo e nossa série especial #CervejasdoRock1

Cervejaria Karavelle e seus 5 tipos de cerveja

Autor:

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *