Cerveja combate o Colesterol, 700 ml por dia pode melhorar sua saúde

Cerveja combate o Colesterol

Cerveja combate o Colesterol

A Cerveja combate o Colesterol! A pesquisa que precisávamos (que na verdade já sabíamos por intuição), já publicamos alguns artigos contando sobre os benefícios da cerveja. É óbvio que o consumo desenfreado e desregulado da bebida traz problemas a saúde mais a pesquisa de Harvard traz um motivo a mais para tomarmos a paixão nacional! 

Veja Também:
+Cerveja Tijuca a cerveja paraense feita com a água da Amazônia
+Cerveja Delirium Tremens a belga do Elefante Cor de Rosa
+As 5 bebidas que mais aumentam o desejo sexual feminino

O Estudo que garante que a Cerveja combate o Colesterol

De acordo com pesquisa da Universidade de Harvard, nos EUA, o consumo diário da bebida pode combater o colesterol. Isso ocorre graças ao etanol – um de seus componentes — que estimula o fígado a produzir maiores quantidades de HDL (colesterol bom), reduzindo os riscos de doenças cardiovasculares. Entretanto, o consumo da cerveja deve ser realizado com moderação: O limite é de 700 ml para os homens, cerca de duas latas. Já paras as mulheres, aproximadamente 300 ml. Ou seja, uma lata. Essa distinção é resultado das diferenças de metabolismo e  da sensibilidade ao álcool.

O principal alerta do diretor da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Nabil Ghorayeb, é sobre o exagero ao beber. Para ele, o abuso de álcool é um dos principais fatores de risco ao coração. “Muita gente chega a beber dúzias de cervejas em festas. Ao extrapolar os limites, a bebida perde seu efeito positivo e passa a trazer riscos”, afirma. No entanto, outra preocupação é o alcoolismo, já que quem bebe todos os dias, ainda que pouco, corre risco de desenvolver dependência.

Veja Também:

Cerveja Tijuca a cerveja paraense feita com a água da Amazônia

Cerveja Delirium Tremens a belga do Elefante Cor de Rosa

Autor:

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *