Cachaça, pinga, cana ou canha a bebida tipicamente brasileira

Cachaca, cachaça, pingaCachaça

Cachaçapingacana ou canha é o nome dado à aguardente de cana, uma bebida alcoólica tipicamente brasileira. É usada como coquetel na mundialmente conhecida “caipirinha“. É obtida com a destilação do caldo de cana de cana-de-açúcarfermentado.

De onde veio a Cachaça

Segundo as histórias a Cachaça foi uma bebida descoberta sem querer. Conta a história que uma certa fazenda no interior da Bahia trabalhava com colheita de cana de açúcar, e nela se fabricava um melado a partir do aquecimento do açúcar.

Em um certo dia os escravos se descuidaram e perderam o ponto do aquecimento o que fez o melado desandar. Furioso o dono da fazenda colocou todos os escravos dentro do salão onde se aquecia o melado para que eles sofressem com o aquecimento.

Após algumas horas os capatazes escutaram muitas risadas e cantorias do salão, ao averiguarem viram que todos os escravos estavam bêbados! O melado com o passar do tempo de aquecimento foi evaporando e parando no teto do salão onde começou a respingar no escravos que foram os primeiros a experimentar e ter os ônus da criação da Cachaça!

Tipos de Cachaça

Brancas: A Cachaça pode ou não passar por madeira. É importante destacar que a cachaça não pode ter nenhuma alteração de cor. Nesse caso, o produtor poderá adicionar a marca as expressões Clássica, Tradicional ou Prata.

A Cachaça que não passa por madeira é, depois da destilação, descansada em aço inox e em seguida é padronizada e engarrafada. A bebida apresenta aroma e paladar mais próximos da cana. Agora, algumas cachaças são retidas em madeiras que não soltam coloração (Jequitibá, Freijó, Amendoim) – portanto, elas continuam sendo brancas.

Amarelas: A Cachaça foi armazenada ou envelhecida em madeira e apresentou alteração substancial na sua coloração. Nesse caso o produtor poderá adicionar a marca a expressão Ouro.

Armazenada: A cachaça fica armazenada por tempo indeterminado (2 meses, 5 meses, 1 ano, 3 anos) em tóneis de madeira sem destição de tamanho. Esse processo resulta no chamado “amaciamento” da bebida, influenciado no seu aroma e paladar de acordo com a madeira.

Envelhecida: No mínimo 50 % da cachaça fica durante pelo menos 1 ano em tonéis de no máximo 700 litros. Por ser um tonel menor e por ficar retido por mais tempo, as cachaças envelhecidas acabam apresentando alterações mais evidentes na sua cor, aroma e paladar. As cachaças chamadas Premium são 100% envelhecidas de um a três anos. E a Extra-Premium é 100% envelhecida no tempo mínimo de três anos.

51 a mais famosa Cachaça

Para milhões de brasileiros a expressão “uma boa ideia” representa o simples ato de encostar em um balcão e pedir uma dose de pinga, ou Cachaça como agora é chamada a bebida. Mas não de qualquer marca: ela tem que vir em uma inconfundível garrafa transparente e com o número 51 grafado no rótulo. Foi assim que a PIRASSUNUNGA 51 se tornou uma das bebidas mais populares, não somente no Brasil, mas também no mundo, sempre criando boas ideias para brindar à vida.

51, velho barreiro, pinga, cachaça

Por Alex Vieira

Veja Também:

Caipirinha uma bebida paulista!

Saquê, Caipirinhas de Saquê e como beber

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *