Cachaça Caraçuípe o destilado Alagoano eleito um dos melhores do Brasil

Cachaça Caraçuípe

Cachaça Caraçuípe e o Concurso Mundial de Bruxelas

A Cachaça Caraçuípe tornou-se uma das mais conceituadas bebidas do País. O “Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil – Concurso Nacional de Vinhos e Destilados”, realizado anualmente, anunciou os grandes vencedores desta edição. Foram premiados com medalhas um total de 100 rótulos diferentes, sendo 49 vinhos e 51 destilados. Nesta última categoria, a alagoana Caraçuipe foi uma das agraciadas, recebendo a medalha de Prata.

Este resultado confirma a qualidade do trabalho da produtora RC Indústria e Comércio. Ao mesmo tempo, temos muito orgulho de ser a única cachaça de Alagoas premiada no principal concurso de bebidas do mundo, neste ano, assim como uma das únicas três nordestinas conceituadas no concurso, mostrando a vitalidade do setor na região e qualidade da Caraçuípe no mercado.

Veja Também:
+Chocolate belga com leveduras de cerveja
+Pimenta Corleone um dos petíscos vitoriosos do Comida di Buteco
+Playboy lança cachaça produzida no Rio Grande do Sul

Renato Coutinho, dono produtora RC e da Cachaça Caraçuipe, recebeu com muita honra a premiação e disse ser gratificante o reconhecimento. “Isto demonstra nossa qualidade e empenho em nosso trabalho, que coloca Alagoas no roteiro dos melhores produtores do Brasil. No ano passado já havíamos sido eleitos uma das três melhores cachaças do Brasil e com este novo prêmio, estamos mais motivados, sabemos que estamos no caminho correto”.

Coutinho faz questão de lembrar que este é o resultado de um trabalho em equipe. ”Todos os nossos setores são compostos por profissionais dedicados e competentes, sejam eles do departamento de marketing, comercial e principalmente de produção. Agradeço muito a todos os nossos funcionários que colocaram nosso produto no patamar que se encontra hoje”, complementa ele.

Caraçuípe é considerada uma das melhores do país

O suporte das raízes familiares e tradicionais para erguer um alambique moderno, concebido e construído com todo o esmero, de acordo com as melhores características técnicas artesanais antigas, para produzir cachaça destilada em alambique de cobre. Isto traz para este segmento todo o histórico e experiência de uma família abnegada à produção de cana-de-açúcar e seus derivados e colocando Alagoas entre os melhores produtores de cachaça de alambique do país.

Produzida há 5 anos, mas no mercado desde outubro de 2013, a Cachaça Caraçuipe é comercializada em 16 estados do País, sendo que já está em andamento uma expansão para todo o território nacional. Da mesma maneira, já há um trâmite para realizar a exportação da bebida para os Estados Unidos e Europa.

Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

Em sua 12ª edição, o concurso teve suas degustações realizadas nos dias 2 e 3 de julho, dentro do evento “Wine Weekend São Paulo Festival”, encerrado no último domingo (5 de julho). O SEBRAE (Serviço Brasileiro – de Apoio às Micro e Pequenas) é o patrocinador oficial do “Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil – Concurso Nacional de Vinhos e Destilados”.

Dirigido aos setores de vinhos e destilados produzidos no Brasil, o “Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil – Concurso Nacional de Vinhos e Destilados”, respeitado mundialmente, tem como objetivo avaliar e certificar de forma ética os produtos nacionais, destacando a qualidade das bebidas para os consumidores brasileiros e internacionais. Neste ano, o número de inscritos atingiu a marca de 419 rótulos, sendo 215 de vinhos e 204 de destilados, o que representa um crescimento de 35% em relação ao ano passado, quando foram inscritos 160 rótulos de vinhos e 82 de destilados.

A etapa brasileira utiliza as mesmas técnicas e ferramentas de avaliação do “Concurso Mundial de Bruxelas”, o maior concurso do mundo na categoria. O corpo de jurados, por exemplo, escolhido por sua experiência e reconhecimento mundial, é formado por jornalistas internacionais especializados, compradores e estudiosos de bebidas adultas. Nesta edição, o corpo de jurados foi formado por 24 profissionais do mais alto gabarito.

Cachaça no Brasil

O Brasil possui cerca de 40.000 produtores, sendo 98% de pequenos e microempresários, totalizando 600 mil empregos diretos e indiretos. Por média, brasileiro consome 11,5 litros por ano, movimentando mais de 7 bilhões de reais anualmente em sua cadeia produtiva. Mais de 4.000 marcas de cachaça disputam mercado no Brasil, sendo que estas exportam cerca de 1% de sua produção anual.

O mercado informal ainda é elevado em algumas regiões, o que elevaria a produção para algo em torno de 2 bilhões de litros/ano, levando a cachaça a ser o 3º destilado mais consumido no mundo, ocupando 87% do market share dos mercado de destilados no Brasil.

Bebida nacional do Brasil por Decreto Federal; Patrimônio Cultural de Minas Gerais por Lei Estadual; Patrimônio Histórico e Cultural do Rio de Janeiro por Lei; 70% do consumo de cachaça é realizado em bares e restaurantes e 30% nos demais pontos de vendas; Produto que mais tem “a cara brasileira”, segundo pesquisa do Centro de Indústrias de São Paulo; Única bebida, na atualidade, capaz de ter um boom no mercado internacional.

Veja Também:

Chocolate belga com leveduras de cerveja

Pimenta Corleone um dos petíscos vitoriosos do Comida di Buteco

Playboy lança cachaça produzida no Rio Grande do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *